segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

16/12/2010 - 2o dia: Santiago do Chile

O café da manhã do hostel é bom e dá pra comer bem. Pão, cereal, café, manteiga, geléia, banana, leite e suco.
Depois do café da manhã fui pra Plaza de Armas fazer o Free Tour.
O Free Tour como o nome já diz é um tour gratuito, mas é lógico que no final rola uma propina, nada obrigatório e você dá o valor que você quiser ou puder e o cara que faz o tour merece!
Ele é feito a pé, tem de segunda a sábado em 2 horários: 10:00 e 15:00, dura aproximadamente 4hrs e o guia fala inglês e espamhol.
O ponto de partida é na Plaza de Armas em frente a Catedral.
Não tem como errar porque vai ter um carinha com uma blusa vermelha escrito FREE TOUR em letras garrafais.
Eu gostei muito do tour apesar de não entrar em museus, parques etc... porque ele conta a história toda de Santiago e do Chile, desde a história dos mapuches, passando pela colonização espanhola, ditadura, o processo de democratização, fala sobre o terremoto.... Enfim, ele passa informações muito importantes (pelo menos pra mim que gosto de história, cultura...) até os dias atuais.
Apesar de não entrar nos lugares achei legal pra me localizar, foi bem útil nesse aspecto também.
Vou citar aqui os pontos por onde o tour passa:
  • Plaza de Armas
  • Catedral
  • Municipalidad
  • Correos
  • Antigo Congresso
  • Corte Suprema
  • Palacio La Moneda
  • Bolsa de Comercio
  • Teatro Municipal
  • Cerro Santa Lucía
  • Museo de Bellas Artes
  • Parque Forestal
  • Plaza Italia
  • Barrio Bellavista
  • Patio Bellavista
  • Cerro San Cristóbal
  • La Chascona

Metrô Plaza de Armas
                                                           


Museu Histórico Nacional


                          
                                                                           Correos       


Antigo Congresso

                                    

Café com Piernas

                  

Palacio La Moneda

                    

  Estátua de Salvador Allende próximo ao La Moneda



Intendencia de Santiago

Imagem de um prédio antigo refletido em um novo



Carabineros de Chile




Mote con Huesillos



Cerro Santa Lucía



Barrio Lastarria



Museu de Artes Visuais



Sorveteria Emporio La Rosa. Não cheguei a provar mas dizem que o legal é misturar sabores inusitados.






Parque Forestal



Prédio da Telefônica (é feio mas é ótimo pra se localizar ;))



Rio Mapocho formado pelo degelo dos Andes, o Governo está com um projeto para tratar essa água pois ela aparece sempre assim barrenta




Restaurante "Como Água para Chocolate" super concorrido! 
Mesmo com reserva se espera muito tempo pra conseguir mesa. A melhor opção é marcar um horário cedo.


Restaurante Galindo

Informações sobre o Free Tour: 
Tel: 9-2368789
freetoursantiago@hotmail.com
www.freetoursantiago.cl

Depois do tour resolvi ir direto para o Parque Metropolitano.
O funicular ida/volta + entrada pro Zoo + Cerro - 4800

A primeira parada do funicular é no Zoo.




















E a segunda é no Cerro San Cristóbal.



















Que Santiago tem brasileiro pra todos os lados, isso todo mundo sabe. Mas duas Fabíolas no mesmo local e na mesma hora aí já é demais , né?
















Aqui conta a história do Funicular. Conta que ele foi inaugurado no dia 25 de Abril de 1925 na presença do então Presidente da República Don Arturo Alessandri Palma.




Esse quadro mostra horário e tarifas que vou descrever aqui pois não está nítido.

Horário de Funcionamento:
Segunda - 13:00 às 20:00 (um ótimo programa p/ fazer já que todos os museus estão fechados na 2a feira)
Terça a Domingo - 10:00 às 20:00

Tarifas:
Funicular ida/volta ao Cerro:
Adultos - 1800
Crianças de 3 a 13 anos - 1000

Funicular 1 trajeto ao Cerro:
Adultos - 1000

Funicular até o Zoo com entrada:
Adultos - 3700
Crianças - 2200

Funicular até o Cerro com entrada no Zoo:
Adultos - 4800
Crianças - 2600

OBS: Funicular não pára no Zoo na descida, somente na subida.




Depois desse passeio maravilhoso quando estava indo pra casa resolvi parar num barzinho na Pio Novo, caminho de casa, pra tomar um chopp. Já era quase 21:00 e sol ainda estava forte e não tinnha mais o que visitar pois já estava tudo fechado.
A Pio Nono é cheia de barzinhos onde o pessoal das faculdades se encontram de segunda a segunda.



Preços que tomei nota:
Long neck Austral 330ml - 1800
Cerveja Austral 1000ml - 2500
Chopp Escudo (foto) 500ml - 1500

Ao lado do Camino Al Cerro tem uma lanchonete só de empanadas chamada Empanatodos onde a empanada não é assada, é frita. É gostosa também mas prefiro a assada.
O valor da empanada depende do recheio.
Pedi um combo, onde vem uma empanada com recheio de carne, queijo, frango e porco tudo junto (nada de cara feia! a mistureba fica deliciosa) e um refri mini. O combo sai por 2200
O povo chileno é muito educado.
Quando percebem que você é de outro país e principalmente se está sozinho já puxam uma conversa pra você não se sentir só.
Foi assim que conheci um casal de chilenos super simpáticos. Na verdade conheci muita gente nessa viagem. Chilenos, colombianos, americanos, brasileiros, alemães, suíços etc... com os quais ainda mantenho contato. Vamos ver até quando...
=)







 





























































































































































7 comentários:

Carla e Élio disse...

Relato completíssimo, amiga... Por isso vc demora para postar, hehehehehe... Parabéns!
Bjs e Boas Viagens!

Carolmay disse...

Você conseguiu dar uma bela volta pela cidade! Fui para lá e fiz passeios todos os dias, quase não conheci Santiago. Nos dias de chegada e partida que tinha algum tempo para passear, só choveu, não pude ir ao Cerro San Cristóbal. Ficou faltando. Tenho que voltar! E vou pegar suas dicas!!

Beta Rodrigues disse...

Nossa como é bonito!
E que linda tuas fotos!
Vou dizer pro meu filho olhar aqui... Vai pra lá começo de abril.

Innho disse...

Legal o artigo sobre sua viagem a Santiago do Chile, descrição do trajeto que vc fez com bastante precisão, parabéns! Só uma dica, seria legal que você colocasse quanto gastou em reais nos passeios para os marinheiros de primeira viagem ter uma base. Estou indo a Santiago agora em março/2011.
Abração!

deisoca disse...

Quero muito conhecer Santiago. Quem sabe esse ano?

Beijo!

Andirleia Alves disse...

Adorei o post! vou aproveitar as dicas, em julho vou para Santiago... Bjos

Fabíola Sad disse...

Oi Andi,
Obrigada.
Você vai curtir muito Santiago.
Muitas coisas para fazer.
Se precisar de alguma dica, alguma coisa, é só falar.
Bjs
Fabi